17.9.13

Choque de Ordem

Foto: Thaigo Loureiro
Agentes da Ordem Pública retiram o "veículo" do passeio público

A Secretaria de Defesa Civil e Ordem Pública de Nova Iguaçu, em parceria com a Secretaria Municipal  de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana e a Empresa Municipal de Limpeza Urbana (Emlurb),  desencadearam nesta terça-feira (17-09) mais uma etapa da Operação Choque de Ordem, que recolheu carros,  carcaças e diversos materiais que obstruíam a passagem de pedestres e ocupavam o solo irregularmente. Até meio-dia foram rebocados oito carros, sendo quatro em um ferro-velho da Via Dutra, dois no bairro Jardim Iguaçu e dois em Comendador Soares. Cerca de uma tonelada de materiais tipo sucata (janelas, portas, etc) foi recolhida.
Com 35 homens, dois reboques, um caminhão munck (veículo com equipamento hidráulico utilizado em operações com peças pesadas) e quatro viaturas, a operação começou em um ferro-velho da Rodovia Presidente Dutra, no bairro Posse, ao lado do motel Medieval. O secretário Luiz Antunes explicou que notificou o ferro-velho duas vezes dando prazo para que peças e veículos fossem retirados da porta do estabelecimento. “Tudo que estiver na rua vamos recolher. É preciso fazer com as pessoas respeitem e não coloquem sucatas e carros impedindo a passagem dos pedestres”, avaliou Antunes.
Dentro do fero-velho a desordem tomava conta. Ônibus, micro-ônibus e peças velhas se entulhavam em um pequeno espaço. Do lado de fora, restos de pneus, aros enferrujados e pedaços de motor se entulhavam ao lado de um monte de pedras.  Uma Belina, um Peugeot, um Verona e um Celta que estavam na frente do ferro-velho foram rebocados.
Todos os carros rebocados foram levados para o depósito público da Prefeitura, que fica no bairro Cobrex.  Segundo o diretor de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana, coronel Márcio Alves,  para que o veículo seja liberado o proprietário deverá apresentar toda a documentação em dia, além de pagar uma taxa de reboque de R$ 102,75, e diária de R$ 41,10.
Da Rodovia Presidente Dutra, a Operação Choque de Ordem seguiu para a Estrada Raia, no bairro Jardim Iguaçu, próximo à fábrica da Compactor. Na calçada da casa situada no número 369,  os agentes retiraram da calçada diversas peças velhas como: janelas, portas, vasos sanitários, telhas, tanque de cimento, berço e madeiras.  O material recolhido pesa cerca de uma tonelada.  No local há uma placa indicando que l funciona uma oficina que conserta ventiladores, entre outros equipamentos. Segundo Luiz Antunes, o dono da casa foi notificado duas vezes Em um terreno baldio (já com a placa proibido jogar lixo colocada pela Emlurb há vários dias) foram encontrados pneus velhos, caixas de madeira e uma carroça sem pneus.  Mais adiante, na Rua Raia, um Escort e um Gol velhos foram rebocados.
Já na Rua Carlos Gomes, em Comendador Soares, os agentes rebocaram um Monza e um Opala. “Já fizemos a Operação Choque de Ordem  em diversos bairros como Santa Eugênia, KM – 32, e Califórnia, entre outras localidades. As ações vão continuar para acabarmos com as irregularidades que prejudiquem a população”, finalizou Antunes.

Um comentário:

Wellington Oliveira disse...

Gostaria de saber quando a prefeitura irá se fazer presente aqui em Austin e fazer uma operação choque de ordem digna do nome que recebe? Vieram uns três meses atrás, consertaram um sinal de transito, trocaram o ponto final de algumas linhas de ônibus e alternativos para outra rua, colocaram algumas placas de proibição de parada e estacionamento e pronto. Pra dar um ar de organização, mantiveram um fiscal no local durante um mês e depois o fiscal sumiu. Resultado: continua a mesma zona de sempre, os pedestres só podem caminhar na metade das calçadas pois a outra é ocupada por ambulantes e lojistas que usam as calçadas como extensão de suas lojas, várias das pouquíssimas praças que o bairro possui há tempo deixou de ser da população para se tornarem particulares, entre vários outros problemas. Não se esqueçam que vocês foram eleitos para cuidarem de toda a cidade.