24.10.13

Nadador iguaçuano fatura quatro medalhas na Argentina

                                          Foto de Charles Souza
adriano, adriel e nelson bornier.JPG
O secretário Adriano Santos com o nadador Adriel de Souza e o prefeito Bornier


          O prefeito de Nova Iguaçu, Nelson Bornier, recebeu, nesta quinta-feira (24-10), em seu gabinete, o nadador Adriel de Souza Salino, 16 anos, que ganhou duas medalhas de prata e duas de bronze nos Jogos Juvenis Parapan, realizado entre os dias 15 e 19 de outubro em Mar Del Plata, Argentina.
            Ao lado do secretário municipal de Esporte e Lazer, Adriano Santos,  Nelson Bornier recebeu Adriel, que tem um metro e dez de altura, e o pai Marco Aurélio Salino. “Parabéns por esta conquista. Você é um exemplo de determinação”, disse o prefeito, apertando a mão de Adriel.
            Adriel Salino explicou que a competição em Mar Del Plata contou com a participação de 360 atletas do Brasil, sendo 28 nadadores. Ele faturou duas medalhas de prata (50 metros e 100 metros livres) e duas de bronze (400 metros livre e 50 no nado de costas). Muito falante, o jovem,  que mora no bairro Nova América, em Nova Iguaçu,  disse que a próxima meta agora é bater o recorde brasileiro, de 33 segundo, que pertence a Thalison Glock. “Quero também me preparar para os Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro, em 2016”, disse Adriel, que treina com Daniel Dias e Clodoaldo Santos, estrelas da natação paralímpica.
            A rotina do jovem é puxada com treinos às terças e quintas no Iguaçu Basquete Clube e quartas e sextas na Vila Olímpica da Barra da Tijuca. Adriel ainda encontra tempo para estudar no Ciep 196 (São Teodoro), onde cursa o oitavo ano.
            Orgulhoso das conquistas do filho, o comerciante Marcos Aurélio Salino, 43, frisou que Adriel pratica natação há 14 anos, desde quando descobriu um problema que afetava o crescimento. “Durante a fisioterapia, a médica disse que se ele não praticasse natação provavelmente não cresceria mais do que 70 centímetros. Mas, graças a Deus ele se esforçou, chegou a 1,10m, e hoje um grande atleta, me enchendo de orgulho”, arrematou Marcos Aurélio, que tem mais uma filha, Maria Clara, 13.
            O secretário Adriano Santos elogiou o desempenho de Adriel, destacando que, apesar das dificuldades, o atleta se superou. “É um excelente nadador, que cresceu no esporte e está mostrando seu valor”,  finalizou.
Esportes adaptados
            O subsecretário dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Valnei Costa, lembrou que, em parceria com a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, implantou na Vila Olímpica o Projeto Esportes Adaptados, que tem atualmente 50 inscritos. “É uma forma de proporcionarmos melhor qualidade de vida e integração social a diversas pessoas. Fico feliz com as conquistas do Adriel na natação”, resumiu Valnei, acentuando que, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Nova Iguaçu tem 264 mil pessoas com algum tipo de deficiência.
Valnei destacou que os esportes incluídos no projeto são: handebol, atletismo e futsal. “Nosso objetivo é implantar mais modalidades. O governo do prefeito Nelson Bornier é voltado para a promoção da cidadania em diversos setores como Saúde, Educação e Esportes, entre outras áreas”, encerrou.
As inscrições para o Projeto Esportes Adaptados podem ser feitas todos os dias na Vila Olímpica (Rua Luiz de Lima, 261, Centro) e segundas e quartas-feiras na Subsecretaria  dos Direitos das Pessoas com Deficiência (Avenida Doutor Luiz Guimarães, 956, Centro).

Nenhum comentário: